AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
CUIDADOS

Coronavírus: Após apresentar sintomas, Celso se isola em barraca no quintal de casa, em Guarapuava

Ele teve somente alguns sintomas do vírus, mas mesmo assim foi orientado pelo médico a ficar isolado por medida de prevenção

quarta-feira, 24 de junho de 2020 - 17:16:00

Após seu Celso Luiz Teixeira, 59 anos, apresentar alguns sintomas característicos do novo corona vírus e receber recomendações do médico, com o qual consultou, para que ficasse isolado de sua família por alguns dias, sua esposa, Raquel Rodrgues e sua filha Sofia Morena Rodigues, tiveram a ideia de montar uma barraca nos fundos de casa para que seu Teixeira, ficasse longe, porém perto.

“Eu e minha filha tivemos a ideia de montar a barraca. Ele poderia ir para um hotel ou alugar uma kitnet, até mesmo uma casa, mas para que de alguma forma a gente ficasse perto resolvemos montar a barraca no pátio de casa mesmo. Assim ele está longe, mas está perto de nós ao mesmo tempo”, conta Raquel.

Seu Teixeira apareceu com os sintomas, febre, dor de garganta, mal estar e dor no corpo, a uns oito dias atrás, segundo ele. Foi então que ele primeiro ligou para o 0800 da prefeitura que realiza os primeiros atendimentos quanto ao corona vírus. Logo depois seu Teixeira foi ao médico, que lhe tranquilizou dizendo ser somente um resfriado, porém orientou para que ele ficasse isolado de sua família por 14 dias, como medida de prevenção. Teixeira explica, que também está sendo acompanhado pela equipe do call center.  “Eles me ligam todas as manhã para saber como estou”

Segundo seu Teixeira, ele passa o dia todo acampado.  “Fico o dia todo aqui (barraca), minha alimentação é separada e temos dois banheiros em casa, então uso um e minha família o outro”, explica.

A esposa de seu Teixeira, dona Raquel, conta que sente falta do esposo dentro de casa, mas sabe que é um mal necessário. “Isso que o Teixeira está fazendo é um ato de amor ao próximo”.

Seu Teixeira pede para que as pessoas se cuidem e cuidem também do próximo. “ Se cada um fizer a sua parte já ajuda e muito”.

Está com sintomas ou dúvidas sobre a doença? Ligue para 0800 642 0019 e siga as orientações dos profissionais.

 

COMENTÁRIOS