AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

A omissão é um ato de covardia!

por: Fran Rocha

quinta-feira, 29 de abril de 2021 - 14:14:00

* Por Fran Rocha

Recentemente acompanhamos dois casos que nos chocaram e causaram uma enorme comoção. Estou falando dos casos do menino que foi encontrado em um tambor e de Henry do Borel.

Resumidamente o primeiro foi encontrado acorrentado dentro de um tambor muito emagrecido e nu, sem qualquer possibilidade de higiene e de alimentação. O segundo veio a óbito devido às várias lesões que sofreu pelo corpo todo e rosto, dentre elas também o rompimento do fígado.

Mas o ponto em que quero chegar diz respeito à omissão daqueles que socialmente são responsáveis pela guarda e cuidados destes seres humanos. Isso nos choca de tal forma que nos leva a pensar sobre o motivo de se neutralizar diante de situações tão aterrorizantes.

O menino que foi encontrado no tambor estava sob os “cuidados” do pai, ou melhor dizendo, seu principal torturador, a ironia da situação consiste no fato de que até mesmo os cachorros da casa tinha uma situação de conforto e atenção muito maior que ele. Já Henry estava aos cuidados de sua mãe, e demonstrava sinais nítidos de que algo naquele ambiente fazia-o muito mal, o desconforto emocional vinha até mesmo através de vômitos e mal estar. Infelizmente ele acabou perdendo a sua vida para que toda esta realidade viesse à tona, visto que o seu agressor já possuía um histórico deste tipo de comportamento agressivo com outras crianças de seus antigos relacionamentos. O que quero pontuar com tudo isso é a importância de mantermos o nosso olhar atento aos nossos pequenos.

Os sinais aparecem quando esta criança não quer estar perto de alguém, quando esta assustada ou então quando fala que não quer. É necessário ouvi-la, e estimular para que ela fale a respeito, nunca é besteira dela ou invenção, às vezes elas sabem coisas que nós não.

“Não é o sofrimento das crianças que se torna revoltante em si mesmo, mas sim que nada justifica tal sofrimento.” (Albert Camus)

Se você conhece algum caso de violência contra crianças e adolescentes, não se omita. DENUNCIE, ligue 100.

 

COMENTÁRIOS





Cartas para Pedro

Fran Rocha

A vida muda todos os dias, e nós temos que mudar com ela. Ser quatro em um já faz parte das nossas vidas e o segredo é sermos felizes e aprender muito com os ensinamentos da vida. Você vai se identificar, em algum momento, com o que tenho para contar.