Semag inicia projeto de compostagem em Guarapuava

Projeto consiste em recolher materiais orgânicos como, restos de comida, pedaços de frutas, legumes, verduras e cascas de ovos da merenda escolar

12/05/2022 18H10

(Foto: Secom/Guarapuava)

A Secretaria do Meio Ambiente, em parceria com Escolas Municipais de Guarapuava, deu início ao projeto que desenvolve um sistema de tratamento de resíduos orgânicos para a compostagem no Parque das Araucárias. Muito em breve, os alunos participarão das atividades que compõem o processo de educação ambiental, e da implantação de hortas pedagógicas.

O projeto consiste em recolher materiais orgânicos como, restos de comida, pedaços de frutas, legumes, verduras e cascas de ovos da merenda escolar. A ação procura reduzir o volume de lixos, além de diminuir o mau cheiro nas lixeiras, prevenir a proliferação de animais causadores de doenças, tais como baratas, moscas e ratos. O sistema também ajuda na produção de adubos orgânicos ricos em nutrientes e preservação do meio ambiente.

Nesta primeira etapa, a coleta foi realizada na Escola Municipal Abílio Fabriciano Oliveira, no bairro Primavera. Depois que o material foi recolhido, passou por uma pesagem, realizada pela equipe da SEMAG, para então, dar seguimento ao processo de compostagem. Participam do projeto as seguintes instituições: Escola Municipal Abílio Fabriciano Oliveira, Escola Municipal Guimarães Pupo, Escola Municipal Dirce Terezinha, Escola Municipal Professor Conrado de Oliveira e Escola Municipal Ruy Virmond Marques. Para a diretora da escola Abílio Fabriciano Oliveira, esse trabalho é muito importante, não apenas para os estudantes, mas para toda a comunidade.

“As escolas desempenham um importante papel como agente educador que sensibilizam as futuras gerações em temas fundamentais para a sociedade, por isso abraçamos juntos com a Secretaria do Meio Ambiente este projeto de compostagem no Parque das Araucárias, Ademais, também já estamos preparando um cantinho para implantar uma horta pedagógica onde os próprios alunos participaram de etapas como plantio, manutenção e colheita. Isto é educação ambiental e nós estamos fazendo a nossa parte ativa nesta parceria”, enfatiza a diretora Elizangela Storer Bertelli.

Vale ressaltar que o projeto está iniciando, portanto, precisa da colaboração de pessoas que queiram ajudar nessa causa ambiental. É importante que moradores vizinhos das escolas parceiras desta iniciativa participem das ações como voluntários.

Espera-se que, com a implantação do projeto, sejam coletados e tratados aproximadamente duas toneladas por mês de resíduos orgânicos,  provenientes das escolas, e cinco toneladas, também mensais, de resíduos verdes que vêm das podas de árvores. Com isso, num período aproximado de seis meses, estima-se uma geração de 2,5 toneladas de composto orgânico (adubo) com o sistema em pleno funcionamento.

O que é compostagem?

A compostagem é a ação biológica que valoriza a matéria orgânica, podendo ser urbana, doméstica, agrícola, industrial ou florestal. A compostagem é considerada como uma espécie de reciclagem do lixo orgânico, onde ocorre um processo natural em que os micro-organismos, como fungos e bactérias, são os agentes responsáveis pela degradação da matéria orgânica, transformando em húmus.

Deixe seu comentário:

Veja Mais